Aécio se diz horrorizado com a alta perda de popularidade

09/04/2016 15:02

Da Redação / Imagem: ocafezinho.com

Segundo uma fonte muito próxima ao senador Aécio Neves (PSDB), ele está horrorizado com a alta perda de popularidade que teve do início de 2015 para cá. Pesquisas internas dão conta de que ele é um dos mais rejeitados entre os possíveis presidenciáveis para 2018, ficando inclusive atrás de Lula, Marina e Jair Bolsonaro.

O quadro depressivo para o tucano aumenta quando ele lembra que teve cerca de 50 milhões de votos no segundo turno de 2014 e quase toma a vaga da presidenta Dilma Rousseff (PT). Hoje, pelas projeções, estima-se que Aécio sequer passaria do primeiro turno, o que inclusive estimula muitos dirigentes tucanos a deixá-lo de fora do próximo pleito presidencial. Alguns já defendem até que ele se candidate a deputado estadual, para não perder a imunidade parlamentar.

Analistas políticos apontam duas causas básicas para o declínio do senador. A primeira foi o seu desespero em não reconhecer de maneira civilizada o resultado das eleições de 2014, o que o fez aparecer demasiadamente na mídia pregando que era o presidente por direito, numa exposição que acabou por desgastá-lo para expressiva parcela da população.

O segundo motivo refere-se às inúmeras denúncias de roubalheiras que apareceram contra ele na Lava-Jato, operação que dizia defender com unhas e dentes. Aécio é inclusive o mais delatado entre todos os acusados de corrupção, o que o desmoralizou em todo o país.

Resta agora ao senador se mancar e entender que perdeu a oportunidade de ficar calado. O povo não é besta como ele imagina.

Voltar

Receba atualizações

Assine a nossa newsletter:

© 2015-2016 Todos os direitos reservados - Reprodução de arquivos apenas com citação da fonte e link para o site

midiapopular.net