Ameaças a direitos dos professores revolta opinião pública de todo o país

29/09/2016 11:32

Por Fábio Assunção, Brasília | Informes de que o governo Michel Temer e aliados seus nos estados e municípios ameaçam "enxugar" direitos básicos dos professores revolta opinião pública de todo o país. Temer, governadores e prefeitos falam em suspender até o lanche dos docentes nas escolas públicas estaduais e municipais

Para o engenheiro carioca Fernando Medina, cortar direitos dos educadores é um ato de extrema crueldade. "Eles quase já não têm nada e ganham salários miseráveis. Ninguém pode concordar que sejam ainda mais penalizados", diz.

A médica Amália G Albuquerque, de Brasília, afirma que os governos devem pensar bastante antes de tomar qualquer medida que contrarie ainda mais os interesses dos educadores. "Além de ganhar mal, professores se desgastam bastante em sala de aula. Muitos vivem doentes", alerta.

Ludmilla Vasconcelos, pequena empresária em Recife, diz que os governos devem é investir mais na educação pública e na valorização dos profissionais do magistério. "Nenhum país se desenvolve atacando direitos dos seus mestres", desabafa.

Para o advogado curiitibano Carlos A Tupinambá, no entanto, Temer e seus aliados estão corretos em buscar, (na opinião dele advogado), moralizar o país. "Professores públicos têm direitos em demasia. Deve haver enxugamento, sim, opina.

Dê também sua opinião na enquete abaixo:

Voltar

Receba atualizações

Assine a nossa newsletter:

© 2015-2016 Todos os direitos reservados - Reprodução de arquivos apenas com citação da fonte e link para o site

midiapopular.net