Com Temer, vendas e PIB caem mais e desemprego cresce, indicam IBGE e analistas econômicos

19/10/2016 07:34

 Imagem: Agência Brasil

Por Sarah Vilarinho, Brasília | Temer leva o país ao abismo. Alguns números comprovam. Segundo a Pesquisa Mensal do Comércio, organizada pelo IBGE, o índice de vendas no varejo caiu 0,6% em agosto, se comparado a julho. 

Quando se adicionam os setores de automóveis e construção civil, o recuo verificado no consumo quase quadruplica e chega a alarmantes 2%. Dados foram divulgados na terça (18).

Por outro lado, segundo matéria de hoje da Folha (19), economistas do Bradesco preveem queda do PIB nos dois últimos trimestres deste ano, com variações negativas de 0,8% e 0,2%, respectivamente.

O caos não para por aí. Segundo pesquisa do Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos - DIEESE, o desemprego continua a maltratar milhões de trabalhadores. Em grandes metrópoles, como Fortaleza ou Porto Alegre, por exemplo,em julho-agosto mais homens e mulheres se somaram ao exército dos que não têm um posto de trabalho. Ver tabela abaixo.

Temer e sua equipe econômica, alheios ao caos, se dedicam a aprovar a PEC 241, que corta gastos no setor público, em particular educação e saúde, com repercussão muito negativa no funcionalismo público da União, estados e municípios. 

Na opinião de analistas do Carta Capital, "essa PEC engessará as políticas públicas, desacelerará o progresso socioeconômico, pois reduzirá gastos sociais e investimentos". Temer está é a produzir mais arrocho sobre a maioria do povo.

Voltar

Receba atualizações

Assine a nossa newsletter:

© 2015-2016 Todos os direitos reservados - Reprodução de arquivos apenas com citação da fonte e link para o site

midiapopular.net