Cortes nos gastos públicos anunciados por Temer desagradam prefeitos e governadores

02/06/2016 11:34

Da Redação

O golpista Michel Temer (PMDB) vai precisar mesmo de muito jogo de cintura para permanecer no poder. Escrachado pelos movimentos sociais, Temer encontra dificuldades até para agradar muitos dos seus colegas de golpe.

Ao anunciar cortes nos gastos públicos com educação, saúde e habitação, prefeitos e governadores ficaram de orelha em pé com o presidente tampão. A razão é simples: muitos convênios e recursos previstos para as áreas a serem atingidas são gerenciados pelos próprios gestores dos estados e municípios.

Com menos dinheiro para manipular, os 'homens do povo' sabem que poderão perder privilégios, algo impensável para eles, sobretudo em ano de eleições municipais.

Temer, pelo visto, vai de mal a pior. O golpista, ao que parce, está muito próximo de ser escorraçado do Planalto.

Voltar

Receba atualizações

Assine a nossa newsletter:

© 2015-2016 Todos os direitos reservados - Reprodução de arquivos apenas com citação da fonte e link para o site

midiapopular.net