Coxinhas se dizem patriotas mas assassinam a língua-pátria pelas redes sociais, diz professora aposentada de português

23/10/2016 16:31

 Imagem: pixabay

Da Redação | A professora aposentada de português Carmem M Brasão, de Curitiba, se diz estarrecida com o que vê diariamente nas redes sociais. "São muitas pessoas fantasiadas de verde e amarelo se dizendo patriotas mas que assassinam, todo dia, a língua portuguesa em comentários, principalmente no facebook", diz.

A aposentada Brasão afirma que muitas vezes sente vontade até de vomitar quando se depara com certas publicações, como a que comenta abaixo:

"Lula e a Marisa é um analfabeto ladrão e essa dupla já deveriam era está na cadeia e apodresser lá". (Luiz M, Curitiba, Administrador de Empresas).
Observe, diz a professora, como esse "patriota", além de desmiolado politicamente não tem o menor conhecimento de concordância verbal, e ainda comete um erro grosseiro de ortografia no final. "Acho que a empresa dele, a essas alturas, já deve ter apodrecido", desabafa. Os grifos indicam que há erros em relação à norma padrão da língua portuguesa.
 
"E o mais cômico é que muitos desses patriotas coxinhas dizem que o Lula não sabe falar português. São uns piadistas".
 
A professora diz que já coletou centenas de comentários como o exposto acima. Em breve afirma que publicará uma cartilha para tentar ensinar aos coxinhas que se dizem patriotas pelo menos a escrever corretamente no idioma do seu próprio país. 
 
"Eles têm o pensamento torto, destrambelhado, principalmente quando o assunto é política, mas vou tentar", conclui.

Voltar

Receba atualizações

Assine a nossa newsletter:

© 2015-2016 Todos os direitos reservados - Reprodução de arquivos apenas com citação da fonte e link para o site

midiapopular.net