Dirigente do PSOL diz que política do PSTU é coisa de maluco

11/06/2016 15:26

Da Redação

Na mesa de encerramento do II Salão do Livro Político, ocorrido em São Paulo, Luiz Araújo, presidente Nacional do PSOL, disse que Zé Maria de Almeida, dirigente do PSTU, "vive em outro mundo". Para Araújo, essa seria a única explicação lógica para o fato de o PSTU ter defendido a política de "Fora Todos", algo que ao final das contas contribuiu apenas para afastar Dilma Rousseff (PT) da presidência da república e levar o golpista Michel Temer (PMDB) ao poder.

Em outras palavras, o líder do partido de Luciana Genro quis dizer que a política do PSTU é "coisa de maluco", e que seus rampantes ultra esquerdistas" na prática só servem mesmo, pelo menos na atual conjuntura, para favorecer a direita.

Luiz Araújo destacou o  fato de o PSTU, em sua tresloucada campanha pelo "Fora Todos", ter se concentrado apenas em atacar de forma mais dura a presidenta Dilma. Lembrou o psolista que, contudo, o PSTU esqueceu de dizer que  Temer seria muito pior.

Por fim, Araújo perguntou a Zé Maria com que cara o PSTU iria estabelecer um diálogo com as pessoas progressistas do país que saíram às ruas não exclusivamente para defender o mandato de Dilma, mas também para preservar a democracia. De fato, para quem deu uma mãozinha aos golpistas, essa não será tarefa das mais fáceis.

O debate contou ainda com dirigentes de outros partidos de esquerda. Veja:

Da esquerda para a direita: Zé Maria (presidente do PSTU), Luiz Araújo (presidente do PSOL), Valter Pomar (Diretório Nacional do PT), Jamil Murad (PCdoB) e Edmilson Costa (Executiva Nacional do PCB)

Voltar

Receba atualizações

Assine a nossa newsletter:

© 2015-2016 Todos os direitos reservados - Reprodução de arquivos apenas com citação da fonte e link para o site

midiapopular.net