Donos da OAS e Odebrecht decidiram delatar Aécio Neves com prazer

11/07/2016 16:19

Da Redação | Agência Brasil

O tempo fecha cada vez mais para o senador golpista Aécio Neves (PSDB-MG). Campeão em denúncias de corrupção, principalmente na Lava-Jato, o tucano agora está na iminência de ser delatado novamente nessa mesma operação por Léo Pinheiro, da OAS, e Marcelo Odebrecht, da construtora que leva seu nome. E, ao que parece, as acusações com provas serão pesadas.

Segundo o Brasil 247, "Já se sabe que Pinheiro e Odebrecht decidiram delatar Aécio Neves 'com prazer', porque avaliam que o político mineiro foi oportunista ao criar um ambiente de instabilidade no País, que contribuiu para arruinar as empresas de construção pesada. Aécio é acusado de cobrar propina de 3% nas obras da Cidade Administrativa de Minas Gerais, por meio de seu tesoureiro informal, o empresário Oswaldo Borges da Costa".

De acordo ainda com o 247, "O senador mineiro, no entanto, não está sozinho. No domingo, soube-se que Serra também foi delatado por supostas propinas cobradas nas obras do Rodoanel".

Caso os empresários delatem mesmo Aécio e Serra, uma das consequências é que os dois serão sacados de suas pretensões de concorrerem à presidência da república. O povo, no entanto, quer mesmo é ver os dois na cadeia.

Voltar

Receba atualizações

Assine a nossa newsletter:

© 2015-2016 Todos os direitos reservados - Reprodução de arquivos apenas com citação da fonte e link para o site

midiapopular.net