Um absurdo professores se aposentarem antes dos demais trabalhadores, diz doutor em ciência política

30/09/2016 08:59

 Imagem: you tube

Por Fábio Assunção, Brasília | Paulo Tafner, ex-sub-secretário de Fazenda do Rio de Janeiro e um dos mentores da reforma da previdência do governo Temer declarou na Folha de S. Paulo que "Não há razão que justifique que professores se aposentem cinco anos antes dos demais trabalhadores". Tafner é economista, doutor em ciência política e um dos principais defensores da elevação da idade mínima para aposentadoria e do fim das aposentadorias especiais, como a dos docentes.

O doutor Tafner alega que se não houver uma reforma dura nessa área o país pode quebrar, e num futuro próximo ninguém mais se aposentará, pois não haverá recursos para pagar os benefícios. "É preciso acabar privilégios como o dos professores e impor idade mínima de 65 anos para quem quiser se aposentar, tanto para homens como para mulheres", diz.

Tafner afirma também que inicialmente é preciso criar uma transição que permita a traverssia para as novas regras sem muito impacto negativo na opinião pública. É mais arrocho que vem por aí para os trabalhadores.

Voltar

Receba atualizações

Assine a nossa newsletter:

© 2015-2016 Todos os direitos reservados - Reprodução de arquivos apenas com citação da fonte e link para o site

midiapopular.net