Entidades contra a tortura denunciam governo Temer na ONU

31/05/2016 11:28

Da Redação

Segundo preocupante matéria veiculada no Diário Causa Operária, entidades contra a tortura denunciaram o governo golpista Michel Temer (PMDB) na Organização das Nações Unidas - ONU. Tal medida deve-se ao fato de que Temer nomeou para o Ministério da Justiça Alexandre Moraes, ex-secretário de Segurança Pública de São Paulo, que ordenava à Polícia Militar que batesse em estudantes e movimentos sociais.

Veja íntegra da Nota do DCO:

Entidades contra a tortura vão à ONU contra o golpista Temer

Algumas entidades que atuam no Brasil contra à tortura enviaram carta ao Subcomitê de Prevenção à Tortura da ONU (Organização das Nações Unidas), na qual evidenciam a preocupação que possuem em relação ao enfraquecimento dessas entidades com o atual afastamento da presidenta Dilma Rousseff.

No documento, as organizações se declaram apreensivas com a nomeação de novos membros para nova gestão da entidade. Os membros são indicados pela Presidência da República.

O Comitê Nacional de Prevenção e Combate à Tortura está entre as entidades ligadas à Secretaria Nacional de Direitos Humanos que, por sua vez, é comandada pelo Ministério de Justiça, ou seja, comandada no momento por Alexandre Moraes, ex-secretário de Segurança Pública de São Paulo que ordenava a Polícia Militar bater em estudantes e movimentos sociais.

As tais entidades estão entendendo que do governo golpista é reprimir a população o quanto for necessário para colocar em prática seus projetos.

Ler original aqui

Voltar

Receba atualizações

Assine a nossa newsletter:

© 2015-2016 Todos os direitos reservados - Reprodução de arquivos apenas com citação da fonte e link para o site

midiapopular.net