Homens que dividem tarefas domésticas são mais felizes com as mulheres e no casamento, diz estudo de Assistente Social

04/11/2016 06:21

 Imagens ilustrativas: istockphoto.com

Por Sâmia Vilarinho, Rio de Janeiro | Pesquisa de mestrado da Assistente Social paranaense Vera C Cavalcante aponta que homens que dividem trabalhos domésticos são mais felizes com as mulheres e no casamento. O trabalho ainda está em fase de conclusão, mas já há bons indicativos em relação a isso.

A pesquisadora diz que já analisou até aqui questionários de 50 (cinquenta) entrevistados. Destes, 18 (36%) disseram que compartilham tarefas domésticas com suas companheiras, como por exemplo fazer comida, lavar louça, fazer faxina, dá banho nas crianças e até lavar e passar. 

Nesse percentual, segundo a pesqusa, 11 (61,11%) se disseram muito satisfeitos (inclusive no sexo) com o tipo de relação matrimonial que vivem, 4 (22,22%) afirmaram que têm prazer em ajudar suas companheiras, e os demais (16,66%) disseram que não têm do que reclamar de suas vidas de casado. "Só podem é estar felizes, portanto", conclui Vera.

Do outro lado, 26 (52%) disseram que não fazem tarefas domésticas de jeito nenhum, e 6 (12%) afirmaram que fazem somente devido a imposições de suas companheiras. Deste total, 86% declararam que passam por sérios conflitos em casa e os demais, 14%, disseram que ainda não se separaram por questões de comodidade.

O engenheiro carioca civil Fernando Almeida diz que dividir tarefas de casa é obrigação do casal, sobretudo em tempos de crise, onde se torna mais difícil contratar uma pessoa para serviços domésticos. "Não é justo deixar as tarefas nas costas só de um", pondera.

Para o advogado paulista Clóvis Moreira, contudo, serviço doméstico é coisa de mulher. "Fêmeas não gostam de homens que ficam em casa fazendo faxina", opina.

Voltar

Receba atualizações

Assine a nossa newsletter:

© 2015-2016 Todos os direitos reservados - Reprodução de arquivos apenas com citação da fonte e link para o site

midiapopular.net