Folha namora candidatura Bolsonaro, a quem chama de extrema direita light do País

10/06/2016 13:21

Por Stanley Bittencourt, Brasília

O jornalão 'Folha de São Paulo publicou ontem (09.06) matéria onde flerta com a candidatura de Jair Bolsonaro (PSC-RJ) à presidência da república para 2018. No entanto, ao relembrar alguns "arroubos" do deputado, insinuou sutilmente também que ele ainda é extremista (embora "light"), e nacionalista demais.

A chamada 'grande' mídia, da qual a Folha é parte, sempre se aproxima de todos os candidatos que eventualmente se destaquem em pesquisas eleitorais, em particular para o cargo máximo do país. E Bolsonaro, segundo os mais variados institutos, já aparece com significativos 8% na preferência do eleitorado. Quarto colocado, está no encalço de Lula, Marina e Aécio Neves.

A Folha, com tal 'namoro', na verdade quer moldar o possível candidato para que, caso seja vitorioso, direcione seu governo para fazer o que a família Frias quer. Mas, à exceção do fuzilamento de FHC e da defesa de empresas estatais outrora defendidos pelo famoso "Bolsomito", Folha e Bolsonaro já estão muito bem alinhados. Resta saber se a aliança vai vingar mesmo para 2018.

Leia trechos da matéria:

Voltar

Receba atualizações

Assine a nossa newsletter:

© 2015-2016 Todos os direitos reservados - Reprodução de arquivos apenas com citação da fonte e link para o site

midiapopular.net