Governo Temer está morto! Mas falta enterrar, pois já começou a feder

18/06/2016 02:07

Por Fabrício M Silveira, Brasília | Bastaram pouco mais de 30 dias para o golpista governo Michel Temer (PMDB) ser morto pelas próprias contradições que trouxe em si. Cabeludos escândalos de corrupção, aprofundamento da crise econômica e trapalhadas administrativas aliadas a fortíssima rejeição popular nocauteram Temer e seus colegas de trambiques bem antes do que imaginaram.

Temer não consegue sequer inaugurar uma obra deixada pela presidenta Dilma (PT) por medo de vaias. Sair às ruas, nem pensar, pois sabe que será escrachado pelo povo. Nem falar em cadeia nacional de rádio e TV se atreve, pois teme os panelaços. "E qual será o próximo ministro a cair?", nem dorme direito só de pensar.

A precoce morte do governo Temer já era prevista. O golpista vendeu sua alma ao capeta em troca do mandato ilegítimo de presidente. A deputados e senadores prometeu todas as benesses do poder e agora não pode atender a todos. Aos grandes grupos econômicos garantiu atacar duramente os direitos dos trabalhadores, mas treme só de pensar em uma greve geral.

O governo Temer já está morto! Mas falta enterrar, pois já começou a feder. O povo, nas ruas, deve terminar o serviço.

Voltar

Receba atualizações

Assine a nossa newsletter:

© 2015-2016 Todos os direitos reservados - Reprodução de arquivos apenas com citação da fonte e link para o site

midiapopular.net