Humilhado por intelectuais em Nova Iorque, FHC corre de debate e se diz injustiçado

29/05/2016 08:38

Da Redação

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) foi fortemente humilhado em evento na cidade de Nova Iorque, EUA. O 'príncipe' da Sociologia, como costuma se autoproclamar, participaria do 34º Congresso Internacional da Associação de Estudos Latino-Americanos e queria falar, pasmem, sobre 'democracia'.

Centenas de intelectuais, no entanto, se vestiram de preto em repúdio à presença de FHC, vez que o mesmo é um dos mentores  do golpe de Estado no Brasil e apoiador de Michel Temer (PMDB), usurpador do mandato da presidenta Dilma Rousseff.

Diante da pressão dos intelectuais, o 'príncipe' meteu o pé na carreira e fugiu do debate. Mesmo ausente, não escapou do escracho. "Além de golpista é também covarde", disseram muitos dos presentes. "E é também um cínico, por querer falar de democracia num momento em que dirige golpe de Estado no Brasil", afirmaram outros.

Ler também: FHC recebe apoio de pensadores brasileiros após ser humilhado por intelectuais em Nova Iorque

Desolado, FHC escreveu uma carta para tentar se explicar. Disse que 'não há golpe' de Estado no Brasil e, para colegas mais próximos, teria declarado que 'nunca se sentiu tão humilhado e injustiçado nessa vida'. Coitado do 'príncipe'.

Veja o repúdio dos intelectuais a FHC:

Voltar

Receba atualizações

Assine a nossa newsletter:

© 2015-2016 Todos os direitos reservados - Reprodução de arquivos apenas com citação da fonte e link para o site

midiapopular.net