Interlocutores diretos de Temer dizem à Folha que o governo se esgotou, isto é, está no fim

08/06/2016 06:29

Segundo a colunista Mônica Bérgamo, da Folha, Temer em mais de uma ocasião já mandou até "senadores votarem pelo retorno de Dilma". Chances portanto da presidenta voltar são cada vez maiores

Por Rafaella Burlamaque, Brasília

O golpista governo Michel Temer (PMDB) apresenta cada vez mais sinais de que caminha para um humilhante desfecho. A colunista Mônica Bérgamo, da Folha de São Paulo, diz hoje (08.06) que "de acordo com o relato de dois interlocutores diretos do presidente, Temer está "exaurido", isto é, no fim. E diz ainda que "em mais de uma ocasião" Temer já mandou até "senadores votarem pelo retorno de Dilma". 

Muitas são as razões para que a aventura golpista passe a ser reconhecida como fracassada até pelo próprio governo. Desde que assumiu de forma ilegítima, Temer viu as pressões nas ruas crescerem contra o seu mandato. Por conta disso, já teve até que voltar atrás na definição de políticas, como no caso do Ministério da Cultura, que extinguiu e depois teve que ressuscitar.

Somado a isso, há as inúmeras denúncias de corrupção que envolvem praticamente todo o seu ministério e sua base de apoio no parlamento. O anúncio de que o procurador Rodrigo Janot pediu a prisão de Renan Calheiros, Homero Jucá, Eduardo Cunha e José Sarney piorou ainda mais as coisas para o peemedebista. 

Temer também recebe fortes pressões de parlamentares, que exigem cargos acima do que o golpista pode oferecer. Diante de tantos e importantes inconvenientes, não resta mesmo nada aos golpistas senão reconhecer que não podem continuar à frente da presidência da república. Chances da presidenta Dilma Rousseff (PT) voltar, portanto, são cada vez maiores.

Veja matéria da Folha:

Voltar

Receba atualizações

Assine a nossa newsletter:

© 2015-2016 Todos os direitos reservados - Reprodução de arquivos apenas com citação da fonte e link para o site

midiapopular.net