Lava-Jato: Por que o juiz Moro só prende gente do PT?

04/01/2016 10:51

Por Paula Burlamaque, São Paulo-SP

Muitas pessoas, em todo o Brasil, estranham o fato de a operação Lava-Jato só prender figuras de destaque do Partido dos Trabalhadores. Por quê o juíz Sérgio Moro age dessa  maneira? Essa é a pergunta que muitos se fazem.

Após investigações da Lava-Jato, José Dirceu (PT), ex-ministro da Casa Civil, teve prisão decretada mesmo já estando cumprindo pena domiciliar. Vaccari Neto (PT) também cumpre pena após ter o nome citado nas famosas delações premiadas, comandadas pela chamada "república do Paraná. E o mesmo ocorre com o senador Delcídio, também eleito pela sigla petista e encarcerado.

Por que apenas petistas são presos?

Dúvidas crescem em relação a isso quando proeminentes figuras do PSDB, PMDB e outros partidos são acusados também de corrupção e nada lhes acontece. 

É mais do que comprovado que Eduardo Cunha está envolvido até o pescoço em ilícitos que levaram petistas à prisão. 

E o que dizer de Aécio Neves, acusado, nas mesmas delações premiadas, de receber propina da Odebrecht? Isto também não o enquadra nos escândalos da Petrobrás? 

E Aloysio Nunes, também acusado nesse mesmo esquema, não merece qualquer punição? 

E FHC, cujos governos estão na origem das atuais denúncias investigadas pela Lava-Jato?

Por que todo esse pessoal não está preso também?

Os brasileiros, de uma forma geral, apoiam qualquer tipo de investigação séria que leve corruptos à cadeia. Mas não é isso o que ocorre com a Lava-Jato. Essa operação, ao que parece, perigosamente se partidarizou.

 Para quem não se deixa dominar por paixões políticas, são muitas as desconfianças de que os petistas podem estar presos injustamente. Ou não, Dr. Moro?

Voltar

Receba atualizações

Assine a nossa newsletter:

© 2015-2016 Todos os direitos reservados - Reprodução de arquivos apenas com citação da fonte e link para o site

midiapopular.net