Lindberg e Gleisi Hoffmann podem ser os próximos a serem presos, adverte líder do PCO

26/06/2016 15:16

 Imagem: Agência Brasil

Da Redação

Em sua Análise Política da Semana (25.06), o jornalista e ativista político Rui Costa Pimenta faz um importante alerta sobre a possível prisão dos senadores petistas Lindberg Farias e Gleisi Hoffmann. Pimenta é dirigente do Partido da Causa Operária e tem se destacado pela precisão com que analisa o golpe de Estado ora em curso no Brasil. 

Para que se tenha uma pequena ideia do potencial analítico do líder do PCO, quando muitos dentro do próprio PT insistiam que não havia risco de golpe, numa dessas suas análises semanais ele previu com exatidão até a quinzena do mês de abril em que o processo iria a votação na Câmara dos Deputados.

Pimenta argumenta que os golpistas e seus aparatos na justiça e polícia não precisam de motivos reais que possam levar a novas prisões de petistas. E cita como exemplo o ex-ministro Paulo Bernardo, que foi preso injustamente. As prisões arbitrárias na verdade fazem parte do processo golpista. Ou seja, na prática  não apenas Lindberg e Gleisi correm rico de serem presos, mas sim todos os dirigentes do Partido dos Trabalhadores.

O analista sustenta que os golpistas querem na verdade demolir o PT, ou seja, tirá-lo de circulação. Neste sentido, as prisões e invasão da sede nacional são passos dessa armação. Caso tenham êxito na destruição do Partido dos Trabalhadores, certamente os golpistas partirão para cima das outras organizações de esquerda, destaca.

 

Voltar

Receba atualizações

Assine a nossa newsletter:

© 2015-2016 Todos os direitos reservados - Reprodução de arquivos apenas com citação da fonte e link para o site

midiapopular.net