Ministro Lewandowski defende mais aumentos salariais para os juízes e é contestado por professora

04/11/2016 09:16

 Imagem: Beto Oliveira/Câmara dos Deputados

"É feio e antissocial sim o ministro e seus colegas juízes quererem mais aumentos quando já ganham verdadeiras fortunas, se comparadas suas remunerações às dos simples mortais"

Da Redação | Segundo matéria de hoje (4) da Folha de S.Paulo, "O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Ricardo Lewandowski defendeu que os juízes do país não tenham vergonha de reivindicar reajustes salariais, ao discursar na abertura do encontro nacional dos magistrados estaduais na noite desta quinta-feira (3) em Porto Seguro (BA)".

Lewandowski, ainda na matéria, diz que "Condomínio aumenta, IPTU aumenta, a escola aumenta, a gasolina aumenta, o supermercado aumenta, e o salário do juiz não aumenta? E reivindicar é feio? É antissocial isso? Absolutamente, não."

O ministro foi calorosamente aplaudido por seus colegas no evento. "Após aplausos, o ministro completou: 'para que possamos prestar um serviço digno, é preciso que tenhamos condições de trabalho dignas e vencimentos condizentes com o valor do serviço que prestamos para a sociedade brasileira'".

Segundo matérias do Estadão e Época, os juízes brasileiros já ganham ótimos salários e têm inúmeros benefícios. (Ver quadro ao lado).

Professora contesta o ministro

A professora pernambucana Fátima Abreu questionou a fala do ministro. Para ela, "é feio e antissocial sim o ministro e seus colegas juízes quererem mais aumentos quando já ganham verdadeiras fortunas, se comparadas suas remunerações às dos simples mortais", diz.

Fátima pergunta também por que não aparece nenhuma autoridade para defender reajustes salariais para os professores. "Quando é para nós, por que nenhum ministro defende?", indaga. "Para os professores não pode tão cedo por causa da PEC do Temer. Mas para os juízes o governo e a própria justiça dão um jeitinho", conclui.

Voltar

Receba atualizações

Assine a nossa newsletter:

© 2015-2016 Todos os direitos reservados - Reprodução de arquivos apenas com citação da fonte e link para o site

midiapopular.net