Namorada bilionária do FHC propõe diminuir salários dos trabalhadores

17/01/2016 10:35

A mulher mais rica do mundo e herdeira de um império de mineração, a australiana Gina Rinehart, afirmou recentemente que um salário ideal para os trabalhadores em todo o mundo seria de menos de US$ 2 por dia (cerca de R$ 8,00). Se a ideia dessa milionária valesse no Brasil, hoje o mínimo nacional estaria na casa dos R$ 240,00, isto é, bem abaixo dos R$ 880,00 aprovados para R$ 2016.

Gina Rinehart alega que quanto menor for o salário mínimo, mais os grandes empresários fazem investimentos, e que na África já é possível contratar trabalhadores a menos de dois dólares por dia.

No Brasil, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) há tempos mantém um namoro político com essa milionária. No final de 2015, FHC declarou ao Rede TV que o salário mínimo brasileiro está muito alto para a produtividade do país. Neste sentido, aconselha que os reajustes do mínimo devem ser menores para que o país não vá à falência. Tal como Gina, o tucano também crê que quanto menos os trabalhadores ganharem, mais investimentos serão feitos e o Brasil se tornará mais desenvolvido.

Seria muito bom que FHC propusesse logo casar com essa milionária e fosse morar bem longe do Brasil,  de preferência, em outro planeta. Afinal, em política de massacre aos trabalhadores eles já estão mais do que afinados. 

Voltar

Receba atualizações

Assine a nossa newsletter:

© 2015-2016 Todos os direitos reservados - Reprodução de arquivos apenas com citação da fonte e link para o site

midiapopular.net