MEC confirma fim de disciplinas no Ensino Médio e contratação de professores sem concurso e sem formação

23/09/2016 07:55

 Imagem:  Agência Brasil

Por Fábio Assunção, Brasília | O governo Temer anunciou na quinta (22) o novo modelo de ensino médio. Conforme antecipado pelo Mídia Popular, projeto exclui várias disciplinas da maior parte do curso. Outra novidade é que professores poderão ser contratados sem concurso público e sem formação específica na área que irão lecionar. 

Críticas

O projeto do governo é alvo de fortes críticas de especialistas em educação de todo o país. "Essa reforma mata o ensino médio e empobrece ainda mais a formação dos alunos, ao propor na prática uma redução drástica de disciplinas e conteúdos na maior parte do curso", diz a professora-doutora Helenita Medeiros, de São Paulo.

Para o advogado Caio M Abreu, especialista em direito administrativo, é um absurdo o governo permitir que estados e municípios contratem educadores sem concurso público e sem sequer formação específica em uma disciplina. "É uma ponte para o passado", pondera.

Temer e seu ministro Mendonça Filho, no entanto, dizem que fazem o melhor pela educação do país. "Nos EUA já é assim", alegam.