Prisão de Cunha é ante sala para detenção de Lula. Temer e Aécio podem também se dá muito mal

19/10/2016 15:00

Por Fábio Assunção, Brasília | A prisão de Eduardo Cunha hoje pela Polícia Federal pode ser a ante sala para a também detenção do ex-presidente Lula. Cunha serviria de argumento para a prisão do petista, no sentido de abafar a tese de que Moro e a Lava-Jato só perseguem ou fazem "justiça" em relação ao PT.

A prisão do ex-presidente da Câmara pode também colocar em maus lençóis Michel Temer e todo o seu governo. As chances de Cunha delatar todo o Planalto são enormes, avaliam analistas políticos de todas as correntes e partidos. Não à toa, Temer correu às pressas do Japão e veio para o Brasil tão logo soube do encarceramento do seu aliado de governo e partido.

Outro que também corre o risco de se dá muito mal com a prisão de Eduardo Cunha é Aécio Neves, PSDB. Delatado inúmeras vezes na Lava-Jato, o tucano pode ir também parar atrás das grades, como forma de fortalecer os argumentos para a prisão de Lula.

Em Brasília, corre solto nos bastidores a informação de que Temer deve ser cassado, por conta da ação do PSDB no TSE, que contesta os gastos de campanha da chapa Dilma-Temer. Rodrigo Maia assumiria, numa segunda etapa golpista. A prisão de Eduardo Cunha pode antecipar e muito esse cenário.

Petistas devem estar a postos e mobilizados. O alvo maior é Lula.

Voltar

Receba atualizações

Assine a nossa newsletter:

© 2015-2016 Todos os direitos reservados - Reprodução de arquivos apenas com citação da fonte e link para o site

midiapopular.net