Professor-doutor propõe na Câmara corte de benefícios dos servidores públicos de todo o país, pois ganham demais, afirma

12/11/2016 09:29

 Imagem: you tube

Da Redação | Paulo Tafner, professor da Universidade Cândido Mendes (RJ) e doutor em ciência política propôs em debate (10.11) na Câmara dos Deputados corte de benefícios dos servidores públicos.

Segundo o Portal da Câmara, "Tafner criticou a diferença entre benefícios previdenciários dos trabalhadores do setor privado e dos servidores públicos. Segundo ele, os servidores públicos recebem, em média, dez vezes mais do que os trabalhadores do setor privado".

“Mantidas as regras atuais, em poucos anos, o Brasil gastará entre 18% e 21% do PIB [Produto Interno Bruto] somente com o INSS [Instituto Nacional do Seguro Social], podendo atingir 25% se considerados os regimes próprios”, projetou.

“Ainda é possível fazer uma reforma que tenha tempo de transição”, complementou. “Em pouco tempo não poderemos fazer transição, e a solução será cortar benefícios.”

O doutor, claramente a serviço do governo Temer, não falou contudo uma linha sequer no debate sobre cortes nos gordos benefícios dos políticos e nos lucros de banqueiros e grandes empresários. Para ele, isto não quebra a previdência nem o país.

Voltar

Contato

© 2015-2016 Todos os direitos reservados - Reprodução de arquivos apenas com citação da fonte e link para o site

midiapopular.net