Professora aposentada envia uma dura carta aberta a Michel Temer

04/07/2016 10:40

Da Redação

A professora aposentada Maria Esther M Moreira, de Recife, enviou uma dura carta aberta ao presidente golpista Michel Temer (PMDB). Dona Esther tem 78 anos. O texto é carregado de ironia. E o final certamente deixou Temer bem tristinho. 

Leia:

Primeiramente, gostaria de deixar claro que não considero Vossa Excelência presidente da república. Não apenas porque eu não votei no senhor para isso. Mas porque ninguém no Brasil votou. Neste sentido, o mais sensato é que peça para sair do cargo para o qual nunca sequer candidato foi. Nossa presidenta continua a ser Dilma Rousseff.

Pois bem. Desde que usurpou a presidência, Sr. Michel Temer, o senhor não tem feito outra coisa senão envergonhar  nosso país e nossa gente. Vossa Excelência mesma está envolvido em inúmeros casos de corrupção. E a maior parte do seu ministério é literalmente um caso de policia. Cinicamente, contudo, alardeia que veio para 'moralizar' o país.

O cinismo, aliás, é uma de suas marcas registradas. Após espalhar que a presidenta Dilma Rousseff  'quebrou' o Brasil por conta de excessivos gastos com programas sociais, o senhor criou 14 mil novos cargos comissionados no governo federal, autorizou um robusto aumento para a elite do Judiciário e fez gracinhas até com o Bolsa-Família. Michel Antístenes deveria ser o seu nome.

Mas não apenas de cinismo é formada sua personaslidade. O senhor também é mesquinho, decadente e cruel. Após demitir um garçon negro que trabalhava no Palácio do Planalto, o senhor passou a perseguir também todas as pessoas que, na sua cabeça doentia, eram leais à presidenta Dilma Rousseff. Por isso exonerou ilegalmente o jornalista Ricardo Melo da EBC e cassou, também de forma ilegal, educadores do Conselho Nacional de Educação.

Por falar em Educação, este é um dos terrenos onde o senhor e esse seu mísero governo mais carecem de, perdoe-me a sinceridade, vergonha na cara. Após se aconselhar no gabinete do MEC com o depravado ator pornô Alexandre Frota, o senhor permitiu que auxiliares seus mudassem de forma vergonhosa no site da Wikipédia a biografia do grande e respeitado educador Paulo Freire, com a vã intenção de diminuí-lo intelectualmente. Ledo engano, pois menor ainda ficou foi a sua reputação de decrépito golpista.

Por fim, gostaria de alertá-lo de que não ouse mexer nos direitos trabalhistas consagrados na CLT ou tente elevar a idade mínima para a aposentadoria. Da mesma forma, advirto Vossa Excelência de que, caso ponha suas garras sujas de golpista em cima da Educação, Saúde e todo o setor público, serei mais uma entre milhões que certamente sairemos às ruas contra o seu desgoverno.

Beijos e um forte abraço... Na Marcela. Ela não merece o marido que tem.

Recife, 02 de julho de 2016

Maria Esther M Moreira, ao sabor de um delicioso gole de vinho.

Voltar

Contato

© 2015-2016 Todos os direitos reservados - Reprodução de arquivos apenas com citação da fonte e link para o site

midiapopular.net