Professores reagem e governo dá leve recuo em relação ao fim da aposentadoria especial da categoria

21/08/2016 15:40

 Imagem: Agência Brasil

Por Rafaella Torres, Brasília | Professores em todo o país reagiram às declarações do governo Temer de que vai acabar a aposentadoria especial dos docentes e impor a idade mínima de 65 anos para que homens e mulheres dessa categoria possam se aposentar. Matéria publicada no Mídia Popular sobre essa ameaça do interino golpista obteve até à data desta postagem mais de 93 mil curtidas, milhares de compartilhamentos e centenas de comentários que condenam a ideia do governo. (Leia aqui)

Por conta dessa reação, Temer e sua equipe econômica deram um leve recuo e declararam na Folha de S. Paulo (18.08) que "os estudos para a proposta de reforma da Previdência devem incluir um período de transição especial para mulheres e professores". Ou seja, a elevação da idade mínima para aposentadoria poderá ser feita de forma mais lenta, para "não assustar" os educadores que pelas regras atuais já estejam perto de se aposentar.

Os professores, contudo, devem ficar alerta. Esse "recuo" do governo visa somente tentar desmobilizar o povo em relação a essa política que ataca a aposentadoria dos trabalhadores brasileiros. A saída correta é dizer não a esse ataque dos golpistas e não aceitar qualquer medida que venha piorar a previdência em nosso país.

Voltar

Contato

© 2015-2016 Todos os direitos reservados - Reprodução de arquivos apenas com citação da fonte e link para o site

midiapopular.net