Ricaços devem mais de 1,5 tri de reais em impostos mas dizem que a crise é culpa do Bolsa-Família

26/06/2016 18:48

Da Redação

Dados do Ministério da Fazenda disponibilizados no finalzinho de 2015 dão conta de que banqueiros e grandes empresários devem mais de 1,5 tri de reais em impostos no Brasil. Entre os devedores grandões estão Vale do Rio Doce, Parmalat e Bradesco.

Apesar de sonegarem impostos e ficarem cada vez mais ricos, donos dessas poderosas empresas atribuem a crise brasileira ao 'excesso' de gastos públicos patrocinado pelos governos petistas nos últimos 13 anos. Para os ricaços, Bolsa-Família e Minha Casa, Minha Vida 'quebraram' o país. Não à toa, o governo golpista Temer cortou verbas desses dois programas sociais.

Veja a relação das nove maiores empresas devedoras:

Vale do Rio Doce: R$ 41,9 bilhões; Parmalat: R$ 24,9 bilhões; Ramenzoni Indústria de Papel: R$ 9,7 bilhões; Duagro: R$ 6,6 bilhões; Vasp: R$ 6,2 bilhões; Bradesco: R$ 4,9 bilhões; Varig: R$ 4,7 bilhões; American Virgínia Tabacos (fabricante dos cigarros San Marino, Seleta, Oscar, Indy e West: R$ 4,1 bilhões e Condor Factoring: R$ 4,1 bilhões.

Com informações de: pensadoranonimo.com.br

Voltar

Receba atualizações

Assine a nossa newsletter:

© 2015-2016 Todos os direitos reservados - Reprodução de arquivos apenas com citação da fonte e link para o site

midiapopular.net