Seduc-MA: Ministério Público recomenda novas provas para o concurso mas governo diz não

24/02/2016 21:24

Da Redação

Em Recomendação assinada pelos promotores de justiça Paulo Silvestre Avelar Silva e João Leonardo Sousa Pires Leal, o Ministério Público do Maranhão afirma que irregularidades ocorridas no recente concurso para professores da Seduc-MA comprometeram a lisura do processo, em razão da “falta de observância dos princípios constitucionais que devem nortear a ação da administração pública”.

 

Para os promotores, “o expressivo número de questões reproduzidas coloca em patamares diferentes candidatos que tiveram acesso às referidas questões e aqueles que não utilizam do meio eletrônico em seus estudos, realidade ainda de alguns residentes de municípios do nosso estado, cujo acesso à rede mundial de informações ainda é precário”. (Blog do Gilberto Léda)

Diante disso, o MP recomendou no dia 22.02 que fossem reaplicadas novas provas num prazo de trinta dias.

Mais denúncias

Além dos casos de questões plagiadas, várias outras irregularidades foram apontadas por vários candidatos, como, por exemplo, abertura de pacote de provas antes da hora, sem a anuência dos participantes.

Governo Flávio Dino ignora

Mesmo diante da Recomendação do MP, feita após rigorosa investigação, governo Flávio Dino diz que não há razões para se anular o concurso. Com isto, põe em dúvida para muitos que acreditaram que o atual governador se posicionaria de forma diferente dos velhos caciques do Maranhão.

Candidatos que se sentem prejudicados com a postura do governador e as irregularidades denunciadas prometem dar continuidade a processos na justiça para anular o concurso da Seduc-MA.

Voltar

Receba atualizações

Assine a nossa newsletter:

© 2015-2016 Todos os direitos reservados - Reprodução de arquivos apenas com citação da fonte e link para o site

midiapopular.net