Contrariada, Globo bota com mais firmeza para derrubar Temer

26/06/2016 20:12

 Imagem: Agência Brasil

A Globo, contudo, não resolveu mostrar a verdadeira face do governo Temer porque fez uma autocrítica interna e parou de apoiar o golpismo. O problema é que Temer cometeu o erro primário de entregar o importante ministério da Indústria e Comércio à TV Record, principal concorrente da Globo no ibope

Da Redação

As organizações Globo começam a investir com mais força contra o golpista governo Michel Temer (PMDB) e podem fazer com que ele caia bem mais cedo do que o peemedebista imagina. Manchete da revista Época desta semana estampa: “Operador ligado a Temer admite ter recebido R$ 1 milhão da Engevix. Delator da Lava Jato, sócio da empreiteira afirma que o dinheiro era propina por obra na usina nuclear Angra 3”. 
 
Segundo o portal Brasil 247, somado ao R$ 1,5 milhões de propina denunciados e reafirmados por Sérgio Machado já são R$ 2,5 milhões de propina nas costas do presidente interino.
   
A reportagem da Época traz uma descrição detalhada do caminho da propina, sem deixar margem a dúvidas.
 
A notícia certamente será destaque também nos demais meios de comunicação das Organizações Globo (dona da revista Época), tais como suas rádios, sites e, principalmente, no Jornal Nacional. Temer, assim, fica cada vez mais na corda bamba e o mais provável é que não se segure por muito mais tempo no Palácio do Planalto.
     
A Globo, contudo, não resolveu mostrar a verdadeira face do governo Temer porque fez uma autocrítica interna e parou de apoiar o golpismo. O problema é que Temer cometeu o erro primário de entregar o importante ministério da Indústria e Comércio à TV Record, principal concorrente da Globo no ibope. Com isso, as verbas oficiais de propaganda escassearam ainda mais para as empresas Marinho. A Globo não perdoa uma traição dessas.

Voltar

Contato

© 2015-2016 Todos os direitos reservados - Reprodução de arquivos apenas com citação da fonte e link para o site

midiapopular.net