Sinte comprovará em audiência na Justiça que governo pode pagar piso dos professores

06/03/2016 14:18

Estudos foram feitos aqui no Piauí, pela Assessoria Econômica do Sinte e ratificados em Brasília, pela Confederação Nacional dos trabalhadores em Educação-CNTE. Ao final dos trabalhos, ficou constatado que o governo passou a receber desde janeiro reajuste de cerca de 13% mensais das verbas do Fundeb e do custo aluno. Ou seja, 1,64% acima dos 11,36% autorizados pelo MEC

Da Redação / Crédito da imagem: Perfil prof. João Correia - Facebook

Segundo o prof. João Correia (foto), uma das principais lideranças do Sinte-Pi, na audiência que ocorrerá na Justiça dia 14 (segunda-feira), o sindicato apresentará documentos econômicos que comprovam que o governador Wellington Dias (PT) pode pagar de uma vez só os 11,36% do piso do magistério. Informe foi dado ontem (05.03), no Programa "Voz da Educação", veiculado pela Rádio Pioneira.

Neste sentido, Correia declarou que estudos foram feitos aqui no Piauí, pela Assessoria Econômica do Sinte e reavaliados em Brasília, pela Confederação Nacional dos trabalhadores em Educação-CNTE. Ao final dos trabalhos, ficou constatado que o governo passou a receber desde janeiro reajuste de cerca de 13% mensais das verbas do Fundeb e do custo aluno. Ou seja, 1,64% acima dos 11,36% autorizados pelo MEC.

O sindicalista não informou, no entanto, se o Sinte vai agora exigir apenas os 11,36% ou os 13% dos cálculos efetivados.

Na audiência com a Justiça, falou ainda Correia, está acertado também a participação da OAB, que poderá ajudar nas negociações em defesa dos reajuste dos professores e demais profissionais do magistério.

É preciso que os educadores compreendam, contudo, que somente se permanecerem em greve a negociação na Justiça poderá lhes ser favorável. Assim, o correto é permanecer até lá mobilizados, isto é, na luta.

Amanhã, 07.03, haverá nova Assembleia Geral no Teatro de Arena, a partir das 8:00 horas.

Voltar

Receba atualizações

Assine a nossa newsletter:

© 2015-2016 Todos os direitos reservados - Reprodução de arquivos apenas com citação da fonte e link para o site

midiapopular.net