Temer admite elevar impostos para bancar novos gastos do governo e gasolina ficará mais cara

07/07/2016 07:27

"Em reunião realizada na noite de ontem (06.07), ficou acertado que dentre os impostos a serem elevados estão a Cide e o PIS/Cofins. A elevação da Cide implica em aumento imediato da gasolina e óleo dieesel. Ou seja, donos de automóveis podem preparar o bolso, pois a conta ficará muito mais cara"

Por Leonardo Torres, Brasília | A equipe econômica do governo interino Michel Temer (PMDB) admitiu publicamente que pretende elevar impostos e promover um amplo programa de privatizações. Segundo matéria da Folha de S. Paulo (07.07), medidas visam conter "um deficit de R$ 194 bilhões em 2017, considerado preocupante pelo governo"

Na verdade, leia-se: medidas visam bancar novos gastos criados por Temer com aumento do número de cargos comissionados, reajuste para elite do Judiciário e crescimento de correção do Bolsa-Família acima do previsto pela presidenta afastada Dilma Rousseff (PT), dentre outros. Dilma autorizou 9%. Temer, 12,5%.

Em reunião realizada na noite de ontem (06.07), ficou acertado que dentre os impostos a serem elevados estão a Cide e o PIS/Cofins. A elevação da Cide implica em aumento imediato da gasolina e óleo dieesel. Ou seja, donos de automóveis podem preparar o bolso, pois a conta ficará muito mais cara. 

Para que se tenha uma pequena ideia do que isso representa, o economista Fernando Burlamaque, de São Paulo, explica que no preço da gasolina a Cide significa R$ 0,22 por litro. Já no óleo diesel, o preço é de R$ 0,15 por litro. Valores referentes a 2015. Detalhe: a Cide pode ser elevada apenas com um decreto presidencial, ou seja, não precisa passar pelo Congresso.

Com a Cide maior e a gasolina mais cara, a equipe econômica de Temer estima que de R$ 3 bilhões a R$ 5 bilhões a mais entrarão nos cofres do governo. Em relação ao PIS/Cofins, assessores destacaram que a medida teria de ser aprovada pelo Congresso.

Em relação às privatizações, isto é, a entrega do patrimônio público, a equipe da Fazenda apresentou a previsão de arrecadar até R$ 25 bilhões. "O número final não foi definido porque ainda é necessário avaliar quais ativos de fato têm condições de serem vendidos".

É o povo quem vai pagar o pato e a farra do 'novo' governo. Mas isso se o golpista não for enxotado da presidência.

Voltar

Receba atualizações

Assine a nossa newsletter:

© 2015-2016 Todos os direitos reservados - Reprodução de arquivos apenas com citação da fonte e link para o site

midiapopular.net