Urgente! Grande mídia se alia a governos contra piso dos professores

02/02/2016 08:44

O Jornal do Comércio, de Pernambuco, um dos mais tradicionais do país, dedicou uma longa matéria para tentar demonstrar (em vão) que prefeitos e governadores não podem pagar o piso porque o Brasil está quebrado. O texto cita lamúrias governamentais de vários estados e do Distrito Federal

Da redação

Na escalada para não pagar o reajuste de 11,36% no piso nacional dos professores, governos contam com o apoio precioso da chamada "grande" mídia, que de grande só tem mesmo o financiamento público que recebe de prefeitos e governadores. De norte a sul do país, Tvs, rádios, portais e jornais escritos concedem longos espaços para que gestores "expliquem" porque não podem pagar a correção. No entanto, para os sindicatos do magistério, apenas espaços minúsculos são dados, isto depois de rigorosa edição que, no geral, mutilam os argumentos dos educadores.

No Piauí, por exemplo, onde os professores decidiram não iniciar o ano letivo, a TV Cidade Verde (SBT) concedeu todo um bloco do seu programa de maior audiência (Jornal do Piauí) para que o secretário de administração Franzé Silva (PT) mentisse à população ao afirmar que os docentes já ganham mais que o piso nacional da categoria. Ao Sinte-Pi, no entanto, nada de espaço.

O Jornal do Comércio, de Pernambuco, um dos mais tradicionais do país, dedicou por sua vez uma longa matéria para tentar demonstrar (em vão) que prefeitos e governadores não podem pagar o piso porque o Brasil está quebrado. O texto cita lamúrias governamentais de vários estados e do Distrito Federal. 

Os educadores devem ficar atentos a essa questão. Tais matérias, na verdade, visam enganar a sociedade sobre o reajuste do piso do magistério e outros direitos da classe trabalhadora. Neste sentido, é necessário atuar pelas redes sociais e mídia alternativa, no sentido de se contrapor ao discurso governamental alardeado pela imprensa chapa branca.

Matéria relacionada:

Truques que a grande imprensa usa para manipular ou tentar manipular a população

Voltar

Receba atualizações

Assine a nossa newsletter:

© 2015-2016 Todos os direitos reservados - Reprodução de arquivos apenas com citação da fonte e link para o site

midiapopular.net