Crise? Deputados e senadores levaram mais de R$ 260 milhões só de salários em 2015

Crise? Deputados e senadores levaram mais de R$ 260 milhões só de salários em 2015

29.12.2015  21:46  /  Imagem: Câmara dos Deputados

Por Rafael Siqueira, Brasília-DF

Após todo um ano de muito esforço, um trabalhador de salário mínimo ganhou bruto em 2015 exatos R$ 10.244,00. Feitos os inúmeros descontos, em muitos casos não deu para ficar nem com sete mil reais direito. Enquanto isso, cada deputado e senador, só de salários e 13º levaram este ano mais de R$ 438 mil reais cada um. Por mês, embolsaram R$ 33,7 mil, ou seja, superior três vezes ao que um trabalhador recebeu em 365 dias.

Absurdos não param só nos salários

Os absurdos não param por aí.  Em 2015, Eduardo Cunha (PMDB), em conluio com seus colegas de casa editou um pacote que elevou para R$ 2 milhões o custo anual de cada deputado. Na prática, medida significou que cada parlamentar passou a custar R$ 170 mil por mês. 

E, segundo o Departamento Intersindical de Assesoria Parlamentar - DIAP -, cada senador representa despesa mensal de R$ 33 milhões. E tudo pago também com o suor de milhões de brasileiros.

Todo esse quadro, na prática, expressa um monstruoso caso de corrupção nacional. A diferença para os escândalos da Petrobrás, por exemplo, é que no Congresso o assalto aos cofres públicos é amparado em leis feitas pelos próprios "representantes do povo".

Receba atualizações

Assine a nossa newsletter:

© 2015-2016 Todos os direitos reservados - Reprodução de arquivos apenas com citação da fonte e link para o site

midiapopular.net