Para Ciro, uma quadrilha de ladrões tomou de assalto o Palácio do Planalto

Para Ciro, uma quadrilha de ladrões tomou de assalto o Palácio do Planalto

20;06.2016  22:21

Da Redação

Sempre com seu tom direto e polêmico, o cearense Ciro Gomes (PDT) detonou mais uma vez o golpista governo Temer (PMDB). Segundo matéria do Brasil 247, Ciro declarou que:

"O impeachment colocou uma verdadeira quadrilha no poder. 'Será que as pessoas não estão vendo que estão afastando uma presidente decente, contra a qual inventam um pretexto injurídico, que é a tal pedalada fiscal, para colocar no poder, sem voto, uma quadrilha de ladrões, de bandidos orgânicos da vida republicana contemporânea brasileira?'". 

"Não tem nenhum exagero no que estou falando. Conheço eles todos. Fomos contemporâneos nas diversas tarefas que tive, em antagonismo ou junto, porque o Lula me obrigou a ser parceiro desses calhordas. Isso eu não perdoo. Aliás, colocar o lado quadrilha do PMDB na linha de sucessão é uma responsabilidade do senhor Luiz Inácio Lula da Silva."

Ainda segundo o 247, "Ciro Gomes também rechaça a proposta de eleições antecipadas – o que considera um 'marinismo' – e diz que, hoje, o Brasil tem apenas duas opções: a legalidade, com a volta de Dilma, ou o golpe, com Temer". O 'marinismo' a que ele se refere é uma alusão a Marina Silva, uma das principais defensoras da antecipação das eleições presidenciais.

Receba atualizações

Assine a nossa newsletter:

© 2015-2016 Todos os direitos reservados - Reprodução de arquivos apenas com citação da fonte e link para o site

midiapopular.net